Categorias
Mudança e Reforma

Vai morar no exterior? Saiba o que fazer com seus pertences

Se fazer uma mudança dentro de uma cidade já é uma tarefa difícil, imagine então como deve ser para uma pessoa que vai morar no exterior! Além de tudo que é preciso organizar, surge ainda a questão do que fazer com os pertences que não serão levados, como móveis, roupas e outros objetos.

Existem algumas boas soluções para esse dilema, e a escolha vai depender da sua necessidade: você gostaria de vender suas coisas, levar para o país de destino ou guardá-las em segurança para não ter dor de cabeça ao retornar? 

No post de hoje, apresentamos 4 alternativas para lidar com seus pertences ao decidir morar no exterior. Acompanhe!

Passar pela alfândega

A legislação brasileira permite que você carregue consigo os seus pertences para outro país. No entanto, existem diversos fatores que precisam ser respeitados nesse processo de mudança, a começar pela documentação exigida.

De início, é preciso fazer uma declaração de bens com valores em reais do seus pertences. Se na mudança constam máquinas ou instrumentos necessários para o exercício de sua profissão, por exemplo, é preciso comprovar essa atividade.

Depois, você possivelmente precisará contratar um despachante no Brasil para cuidar dos procedimentos aduaneiros. Além dos gastos oriundos desse serviço, você terá que arcar com o transporte e com o frete internacional.

Fazer um bazar

Se para você não soa difícil a ideia de se desfazer de suas coisas, fazer um bazar por ser a solução. Essa é uma maneira interessante de fazer com que pertences esquecidos ganhem uma nova vida, além de, é claro, render um dinheiro extra.

Se os seus bens estiverem em bom estado ou se você tiver itens que são peças raras, é mais do que possível encontrar potenciais compradores. Portanto, reavalie o que você possui e leve em conta a desvalorização do produto por causa do tempo de uso.

Uma opção para o que restar do bazar (ou até mesmo antes dele) pode ser a inscrição dos itens em sites especializados de compra e venda.

Doar seus pertences

Se você acha que não vai ganhar muito com o bazar ou precisa se desfazer logo das coisas, o melhor é doar seus pertences. Você pode ajudar alguém que precisa e não vai ter que gastar com transporte, nem organizar tudo em caixas.

Diversos grupos de doação podem ser encontrados nas redes sociais, na sua cidade ou até mesmo no seu bairro. Não é difícil achar alguma instituição de caridade que adoraria receber alguns de seus pertences, então é apenas uma questão de se dispor para ir atrás.

Alugar um self storage

Para quem não quer vender, doar ou gastar com a alfândega, existe uma solução bastante eficiente e segura para armazenar seus pertences: o self storage.

Hoje, existem empresas que oferecem uma infraestrutura adequada para guardar objetos com segurança e privacidade. Em resumo, você faz um contrato de aluguel de um box ou depósito com a empresa e tem acesso irrestrito a ele, já que a chave fica com o contratante.

Para não correr nenhum risco, é importante procurar por empresas que contam com um bom sistema de segurança. Avalie também as condições do espaço oferecido para se certificar de que nada será danificado com o tempo. Guarde alguns objetos em self storage e veja como é essa experiência!

Essas foram algumas alternativas interessantes para seus pertences que você deveria considerar antes de morar no exterior. Lembre-se que o valor sentimental de alguns objetos são muito importantes, então tenha isso em mente antes de tomar qualquer decisão. 

Deixe um comentário